Python é uma linguagem de alto nível de uso geral:
● Como o código é compilado automaticamente, o Python é adequado para uso como linguagem de script, implementação de aplicativos da Web, etc.
● Como o Python pode ser estendido em C e C ++, o Python pode fornecer a velocidade necessária para calcular tarefas intensivas.
● Devido às fortes estruturas de estrutura (blocos de códigos aninhados, funções, classes, módulos e pacotes) e seu uso consistente de Orientação a Objeto, o Python nos permite escrever aplicações claras e lógicas para tarefas pequenas e complexas.

Recursos importantes do Python:


● Tipos de dados de alto nível: strings, listas, dicionários etc.
● As estruturas usuais de controle: if, if-else, if-elif-else, while, além de um poderoso iterador de coleção (for).
● Múltiplos níveis de estrutura organizacional: funções, classes, módulos e
pacotes. Eles ajudam na organização do código. Um exemplo excelente e amplo é o Biblioteca padrão do Python.
● Compilar em tempo real para código de bytes. Os módulos de código-fonte também podem ser “pré-compilados”.
● Orientado a objetos – Python fornece uma maneira consistente de usar objetos: tudo é um objeto. E, no Python, é fácil implementar novos tipos de objetos (chamados de classes em programação orientada a objetos).
● Extensões C e C ++ módulos e tipos de extensão podem ser gravados
à mão. Existem também ferramentas que ajudam com isso, por exemplo, SWIG, sip, Pyrex.
● Jython é uma versão do Python que “funciona bem com” o Java. Veja: O Projeto Jython http://www.jython.org/Project/.
Algumas coisas que você precisa saber:
● Python usa indentação para mostrar a estrutura do bloco. Recue um nível para mostrar o início de um bloco. Outdent um nível para mostrar o fim de um bloco. Como um por exemplo, o seguinte código C:

if (x)
{ 
   if (y)
   {
     f1()
    }
   f2()
}

Em Python, ficaria assim:

if x:
    if y:
        f1()
    f2()

A convenção é usar quatro espaços (sem a tecla ‘TAB”) para cada nível de recuo.
Na verdade, é mais do que uma convenção; é praticamente um requisito. Seguindo essa “convenção” tornará muito mais fácil mesclar seu código Python com o código de outras fontes.

Python interativo


Se você executar o Python na linha de comando sem script (sem argumentos), o Python fornece um prompt interativo. Este é um excelente recurso para aprender Python e para experimentar pequenos trechos de código. Muitos dos exemplos a seguir foram desenvolvidos usando o prompt interativo do Python. Inicie o interpretador interativo Python digitando python sem argumentos no linha de comando. (Se estiver usando Windows :(, o comando é py) Por exemplo:

$python
Python 3.6.8 (default, Oct  7 2019, 12:59:55) 
[GCC 8.3.0] on linux
Type "help", "copyright", "credits" or "license" for more information.
>>> print ("Meu primeiro comando")
Meu primeiro comando
>>> 

Notações

Linhas

O Python faz o que você deseja que ele faça na maioria das vezes, para isso você precisa adicionar caracteres extras algumas vezes.
● O separador de instruções é um ponto e vírgula, mas só é necessário quando houver mais de uma declaração em uma linha. E, escrever mais de uma declaração na mesma linha é considerado um código ruim.
● Linhas de continuação \ A barra invertida como último caractere da linha faz da seguinte linha uma continuação da linha atual. Mas observe que uma abertura “contexto” (parênteses, colchete ou colchete) faz a barra invertida desnecessária.

Comentários

Tudo depois de “#” em uma linha é ignorado. As sequências de documentos usam comentários de “”” (três aspas) no início de um módulo, classe, método ou função, ao final do comentário você precisa colocar “””(três aspas novamente para fechar o bloco). Além disso, editores com suporte para Python, muitas vezes oferecem a capacidade de comentar blocos de código selecionados, geralmente com “##”.

Nomes e tokens

  • Caracteres permitidos: az AZ 0-9 sublinhado e deve começar com uma letra ou sublinhado.
  • Nomes e identificadores diferenciam maiúsculas de minúsculas.
  • Os identificadores podem ter tamanho ilimitado.
  • Nomes especiais, personalização, etc. Geralmente começam e terminam em sublinhados duplos.
  • Classes de nomes especiais usam sublinhados simples e duplos.
    ○ Um sublinhado único e principal sugere um método ou variável “privado”. Não importado por “from module import *”.
    ○ Sublinhado à direita único. Use para evitar conflitos com palavras-chave Python.
    ○ Sublinhado principal duplo. Usado em uma definição de classe para causar nome mutilado (esconderijo fraco). Mas, não é usado com frequência.
    ● Convenções de nomenclatura. Não obrigatórios, mas:
    ○ Todos os módulos e pacotes minúsculas.
    ○ Globais e constantes MAIÚSCULAS
    ○ Classes – PrimeirasLetrasMaiúsculas .
    ○ Métodos e funções – minúsculas com palavras separadas por sublinhados.
    ○ Variáveis ​​locais minúsculas (com sublinhado entre as palavras)
    ○ Boas práticas Seguir as convenções usadas no código em que você está trabalhando.
    ● Nomes / variáveis ​​em Python não têm um tipo. Valores têm tipos.

Blocos e Indentações

Python representa a estrutura de blocos e a estrutura de blocos aninhados com recuo, não com colchetes de início e fim.
O bloco vazio Use pass para não deixar o bloco vazio. (Se esquecer isso, vai retornar um erro de sintaxe)
Benefícios do uso de recuo para indicar estrutura:
Reduz a necessidade de um padrão de codificação. Só é necessário especificar que o recuo é 4 espaços e tab.
● Reduz a inconsistência. Código de fontes diferentes segue o mesmo estilo.
● Reduz o trabalho. Só é necessário obter o recuo correto, não o recuo e
suportes.
● Reduz a desordem. Elimina todos os colchetes.
● Se parecer correto, está correto. A indentação não pode enganar o leitor.

Estrutura de Programação

● Execução def, class etc são instruções executáveis que adicionam algo ao
namespace atual. Os módulos podem ser executáveis e importáveis.
● Declarações, estruturas de dados, funções, classes, módulos, pacotes.
● Funções
● Classes
● Módulos correspondem a arquivos com extensão “* .py”. Os pacotes correspondem a um diretório (ou pasta) no sistema de arquivos; um pacote contém um arquivo chamado “init.py”. Ambos os módulos e pacotes podem ser importados (consulte a seção declaração de importação).
● Pacotes Um diretório que contém um arquivo chamado “init.py”. Pode fornecer inicialização adicional quando o pacote ou um módulo nele é carregado (importado).

Operadores

Veja mais em: http://docs.python.org/ref/operators.html. Python define os seguintes operadores:

+***///%
<<>>&|^~
<><=>===!=<>

Os operadores <> e != são refletem o mesmo comando para o termo é diferente, porém != é o mais usado.

Operadores Lógicos: and or is not in

Sintaxes

Print

O python3 exige que você utilize parenteses entre os termos que irá ser executado pelo comando print. Python 2.7 não tem essa obrigação.

>>> print(objeto)
>>> print ("Teste 1","Teste 3","Teste 2")

For

lista = ['Item1','Item2','Item3']
for item in lista:
    print (item)

Para saber mais informações sobre os objetos Python

type(obj)
dir(obj)
help(obj)

Bom pessoal, nos próximos posts vamos mostrar os conceitos de Tipos Numéricos, Listas, Tuplas, Dicionários, Strings e Funções.